“Dois Irmãos” – Milton Hatoum

O quarto livro do ano foi Dois Irmãos de Milton Hatoum. Ele é um escritor brasileiro, bastante prestigiado na atualidade. Consegue escrever sem rodeios, de maneira clara, simples. Seus personagens são interessantíssimos, o leitor consegue conhecê-los profundamente, são esféricos, tridimensionais. A impressão é que são reais.

Eu já havia lido este livro há algum tempo e gosto muito da maneira que o Milton Hatoum consegue expressar sua criatividade. Como a Rede Globo lançou uma minissérie de televisão as pessoas voltaram a falar sobre ele com muita intensidade, fiquei com vontade de relembrar os personagens e a trama. Não me arrependi, dou 4 estrelas para meu ranking de 5. Ainda não vi a minissérie, mas escutei que está ótima, muito bem produzida.

Este livro conta a história de uma família (pai, mãe, dois filhos gêmeos, uma filha, uma caseira e seu filho) que vive em Manaus, durante o ano de sua grande expansão até o período da ditadura. Toda a trama gira em torno desses dois gêmeos (Omar e Yaqub) e os conflitos que eles causaram na vida de si próprios e de todos à sua volta.

O trecho que escolhi foi da página 83, edição da Companhia de Bolso de 2006:

“Na vida de Omar aconteciam lances incríveis, ou ele os deixava acontecer, como quem recebe de mão cheia um lance de aventura. E não há seres assim? Pessoas que nem carecem buscar o lado fantasioso da vida, apenas se deixam conduzir pelo acaso, pelo inusitado que assoma nas ventas.”

 

 

 

Deixe um comentário: