Grandes Mestres inspiram novos artistas

04/05, quarta-feira — Espaço Cultural Porto Seguro — R$ 0,00
Exposição Grandes Mestres: Réplica do afresco da Capela Sistina
Exposição Grandes Mestres: réplica do afresco da Capela Sistina

Hoje eu aprendi muito. Essa é uma réplica de um pedacinho (bem pequeno) do afresco do Michelangelo que está o altar da Capela Sistina e retrata o Juízo Final.

Pode-se ver que as pinturas dos seres celestes são mais robustas (pessoas maiores, com muitos músculos, até meio gordinhas) que aquelas da época do Renascimento e assim revelam o Maneirismo, que para muitos historiadores é o pai do Barroco.

Na minha foto vale destacar Jesus, que aqui está no canto superior esquerdo (na verdade está ao centro do altar). Pode-se notar ao seu lado direito São Pedro, com as chaves do céu, e mais abaixo, São Bartolomeu que foi esfolado e segura sua própria pele. Alguns outros historiadores dizem que o rosto do santo, na verdade, é do próprio Michelangelo, pois aí ele mostra que se sente esfolado, pois o que ele gostava mesmo de fazer eram esculturas (tipo a Pietà, que também tem uma réplica nessa exposição), e não afrescos.

Parece recente? Mas não é. Este afresco começou a ser feito em 1534. E o que mais me chamou a atenção foi que a Educadora que foi explicando para o grupo as obras também trouxe à tona alguns questionamentos e pensamentos. Uma deles foi que ela disse que naquela época os artistas não eram como hoje em dia, que parecem divindades, mas pelo contrário, eram “normais” como se um pedreiro, ou marceneiro. Mas naquela época não era eu, ou você quem pedíamos o trabalho, mas sim o Papa Júlio II e o Michelagelo fez seu belíssimo trabalho, mas não para ser algo genial, “a” sua grande obra, mas sim mais um dos seus jobs.

Acho que essa reflexão e em saber que ele gostava mesmo era de fazer outro tipo de arte, me leva a pensar que muitas vezes precisamos mesmo nos forçar a fazer algo que nos tire da nossa zona de conforto e assim questionamos o que nos foi pedido, de fato pensamos.

Para quem quiser saber mais, a exposição “Grandes Mestres” vai até domingo, dia 08/05. Tive sorte de minha educadora ter sido muito inspiradora.

Deixe um comentário: